Pode consultar aqui o programa e o cartaz

Hoje quero ficar em tua casa!

A todos saúdo na alegria da esperança.

Da esperança que surge quando olhamos o mundo e descobrimos que, em cada criatura, ainda resplandece o brilho que reflete a Luz de Deus;

Da esperança que flui do sentir que na interioridade de muitas mulheres e homens continua intacta a pureza da consciência que os impele ao bem e à verdade;

Sicómoro

Da esperança que brota de corações transbordantes do amor de Deus que transforma a existência em pró-existência, em ser para os outros.

Enfim, da esperança que acompanha sempre a passagem de Jesus pela vida de todos nós. E, neste ano, a nossa comunidade tem redobrados motivos para exultar de júbilo no Senhor porque Ele pôs ao seu dispor, além dos habituais meios da Graça, mais uma verdadeira bênção, a Missão Vicarial. Tempo favorável para uma autêntica experiência de Deus que pode ser comparado ao sicómoro que proporcionou a Zaqueu a possibilidade de ver Jesus e de ser visto por Ele (cf Lc 19, 1-10)

Convidamos-te, pois, a subir ao sicómoro da Missão. E como Zaqueu o subiu escalando de ramo em ramo, também nós teremos ocasião de participar nas diversas e múltiplas atividades que serão propostas, sendo cada uma um “ramo do sicómoro”.

Mas talvez que a beleza do encontro com Jesus esteja na maravilha da sua passagem. Ele deixou a comodidade da “sua Nazaré”, atravessou a Galileia e a Samaria, passou por Betânia, por Jericó, e rumou até Jerusalém, lugar da Sua Paixão, Morte e Ressurreição. Ao longo da estrada contactava com o mundo, com a gente, com a humanidade. Assim, o que realmente permitiu a Zaqueu ver e ser visto por Cristo foi o facto de Jesus não ser pessoa caseira, escrava dos seus hábitos, presa aos seus ritmos… mas Alguém que fazia da estrada a Sua pátria, do caminhar o Seu modo de viver e por isso se cruzava com homens e mulheres, crianças, jovens e idosos, doentes e saudáveis, pobres e ricos!

A nossa Comunidade em Missão está desinstalada, está na estrada, a caminho para o Pai e por isso lançada ao encontro de todos os Zaqueus que vivem na periferia da Igreja, nos arrabaldes da vida cristã.

A todos convido a subir aos ramos do sicómoro da Missão para se encontrarem com Jesus Cristo que te diz: “Hoje quero ficar em tua casa.”

O Pároco

Pe. Rui Valério, smm